Sábado, 26 de Agosto de 2006

Dia 5 Nem tudo pode ser mau...

18 de Agosto de 2006

Hum...pois é este foi um dia bastante engraçado e a prova que nem tudo pode ser mau. Para começar o dia fiz me literalmente a estrada e fui da casa da Drei até ao Museu da Tecnologia. Fartei-me de andar, e até estava a gostar do passeio, e passando perto do museu do Design pensei cá para mim se calhar é capaz de ser um bom sitio para visitar, e assim fiz, ora este museu é um pouco diferente do conceito normal de um museu pois encontra-se no 9 andar de um moderno edificio, a primeira partida do dia: entro no elevador e descubro que  ele não sobe mais do que ao 5º piso, daqui para cima os botões do elevador pura e simplesmente não funcionavam...Ok tentei dar a volta á coisa voltando ao sitio onde tinha entrado e procurei outra maneira de subir, rapidamente encontro outro elevador e maravilha das maravilhas este funcionava plenamente até ao 9 andar, subo e segunda partida do dia: a porta que tinha um papel com letras monumentais a dizer Museum estava fechada, desisti procurei a saida mais proxima e ala que se faz tarde.

Perto do Museu da Tecnologia sou recebido por um jardim bem bonito, (espero que se consiga ver alguma coisa nas fotos), mas assim que chego ao dito o que é que eu descubro? terceira partida: Museu Fechado, deixei-me estar um pouco pelo jardim e voltei para o centro da cidade mas desta vez de autocarro. A ultima partida foi a melhor de todas, quarta partida: cheguei ao multibanco para fazer um levantamento e...nada de dinheiro...Aparecia só uma mensagem simpatica que dizia "Trasaction Cancelled System Malfunction Please Try Later", experimentei mais tarde sim senhor mas o resultado continuava a ser o mesmo. Cheguei a um ponto em que disse a mim próprio olha que se lixe tás de férias não é isto que te vai aborrecer e assim foi tive a andar pela cidade, essencialmente fixei-me na zona perto dos portos de embarque dos grandes barcos que vão para Tallin ou para Estocolmo, deu para ver um jardim que a Drei tinha-me falado e assim o tempo foi passando. Felizmente e de acordo com uma máxima minha ao final do dia fui surpreendido por um encontro bastante engraçado com a Sanna (colega da Drei), Panu (provavelmente um dos individuos mais comico da grande nação Finlandesa), a Susana (moça sorridente que diz que a unica coisa que faz para ficar assim é ver televisão) e o seu namorado. Objectivo do encontro ver concurso de fogo de artíficio que havia nessa noite numa das ilhas proximas da cidade, começamos por um barzinho para fazer tempo e as 10h estavamos prontos para ir em direcção a um jardim que ia ser o nosso ponto de observação do fogo. A quantidade de pessoas a circular nas ruas era incrivel, e posso dizer que desde esse dia nunca mais vi tanta gente junta na rua. Depois do fogo de artificio fomos ainda ao sitio chamado Baker's algo entre um Pub, Disco e restaurante, e embora o conceito possa parecer um pouco confuso digo desde ja que foi um sitio optimo para se passar o resto da noite.

Sexta-feira, 25 de Agosto de 2006

Dia 4 O dia em que tambem eu andei de bicicleta em Helsinki...

17 de Agosto de 2006

Neste dia acordei um pouco mais tarde do que o normal porque o dia anterior tinha-me deixado a necessitar de um descanso extra. O minha primeira visita foi ao Ateneum Art Museum essencialmente um museu não muito grande mas tem um conteudo interessante, o que eu gostei mais de ver foi uma exposição Mirror of Nature Nordic Landscape Painting (http://www.ateneum.fi/default.asp?docId=14579) tem pinturas realmente muito boas e so dá vontande de trazer umas quantas para casa (Drei se ainda não foste ver aproveita acho que és capaz de gostar ) .

O almoço foi no Stockmann, no piso dedicado as refeições havia dois restaurantes distintos a parte de Buffet e a parte com grelhados e afins, não consegui resistir a esta ultima e descobri que um bife com molho de bacon é algo do outro mundo!

Para ajudar a fazer a digestão de um almoço de peso, fiz me ao caminho em direcção a igreja Temppeliauki mais um dos marcos importantes na visita a Helsinki e porquê? Mais uma vez os Finlandeses arrajaram maneira de ser originais e construiram uma igreja bem no seio de solo rochoso, resultado uma obra de arquitectura perfeita que equilibra a Natureza com algo construido pelo Homem.

Ao final da tarde uma experiencia que andava em pulgas para ter, andar de bicicleta pela cidade, e como estes Finlandeses são muito organizados isso não foi complicado visto que pela cidade ha vários "hot spots" onde existem bicicletas com o mesmo sistema que os carrinhos de compras de Portugal, mete-se uma moeda (de 2€) e ai estamos prontos para acção, aproveitei para ir ao meu jardim favorito (perto daquele lago com o nome esquisito), e tambem para explorar um pouco melhor a zona circundante ao estádio Olímpico.

Quinta-feira, 24 de Agosto de 2006

Dia 3 Suomenlinna é Fixe :) !

16 de Agosto de 2006

Acordei e o dia estava radioso, e a primeira que este bom tempo me sugeriu visitar foi a Suomenlinna, que no nosso bom português quer  dizer Castelo da Finlândia. O ponto de partida para se chegar a este lugar fantástico é um dos pequenos portos de embarque que existem ao pé da zona do mercado. Uma vez dentro do barco escolhi um lugar no andar que ficava ao ar livre, para sentir a maresia e ver a paisagem da melhor forma possivel. Fiquei espantadissimo pelo pouco tempo de viagem e quando dei por mim ja tinha chegado. Mas afinal que raio é isto da Suomenlinna, ja tinha dado uma pista mas para ser mais concreto passo a explicar melhor. Visto que Finlândia sempre foi palco de disputas territorais, envolvendo os Russos, os Suecos e pontualmente outros povos, aconteceu que a dada altura os Suecos decidiram fortificar uma ilha que fica num ponto estratégico na entrada marítima para Helsinki, anos e guerras passaram, até que chegou a altura em que a ilha passou para o domínio Finlandês. Hoje é património reconhecido pela Unesco e pelo que percebi motivo de orgulho do País. Para mim foi um prazer visitar a ilha, tendo em conta que é um sitio que tem um pouco de varias coisas que eu gosto, praia, jardins, herança cultural, resultou para mim num dos melhores sitios para se visitar nesta cidade pelo menos na altura do verão se bem que pelo que ouvi dizer durante o Inverno também é uma experiência interessante embora um pouco fresca...

Ja por volta das 16h voltei para o centro de Helsinki e fiz tempo até me encontrar novamente com a Drei, e como neste dia não haviam assim grandes coisas pra fazer resolvemos ir ver um concerto de Orgão numa igreja catolica. Tudo corria bem até que repentinamente o reportorio do sr que estava a tocar virar de forma abrupta para musica contemporânea...Até hoje não consegui perceber muito bem se gostei ou não do que ouvi mas lá que foi uma experiência diferente lá isso foi.

Quarta-feira, 23 de Agosto de 2006

Dia 2 Solta a criança que há em ti...

15 de Agosto de 2006

A noite foi bem dormida e como se tornou hábito durante esta semana acordei bastante bem disposto e pronto para mais um dia de exploração.

Começei o dia a visitar um dos ex libris da cidade, a sua catedral Luterana. Numa posição dominante sobre a paisagem é algo impressionante de ver principalmente depois de entrarmos no edificio, e observamos que embora imponente todo edificio se encontra embebido numa simplicidade Luterana, gostei...Mesmo abaixo encontrava-se a rua onde estava o museu da cidade, não pude deixar de ir lá e obviamente a visita foi bastante proveitosa tendo em conta que fiquei a saber coisas que nunca pensei ter acontecido como por exemplo uma guerra civil, que deixou marcas na cidade. 

O caminho que fiz a seguir foi desde o centro da cidade até ao estádio Olímpico, pelo meio ainda tive tempo para apreciar a fachada do Kiasma, Parlamento, Opera e ainda um dos sitios que ficou no meu top de prefêrias o jardim que ficava situado numa das margens do Lago Töölönlathi. Chegado ao Estadio, ainda pensei em subir a sua enorme torre, mas visto que era preciso pagar e o dia não se encontrava propriamente solarengo, continuei o meu passeio.

As 13h encontrei-me com André no mercado (aberto), sitio altamente movimentado e cheio de finlandesas e finlandeses simpáticos a vender os mais variados produtos que iam das frutas da época ao artesanato das várias regiões da Finlândia. O almoço e quase de forma irónica acabou de ser numa tenda que parecia pertencer a uma espanhola que nos consegui convencer com a sua simpatia.

Mais tarde e depois de o André ter iniciado a sua viagem de regresso a Lyon eu e a Drei fomos dar uma volta pela cidade até que tivemos uma ideia luminosa de ir ao Parque de diversões Linnanmäki. E que grande ideia foi esta é que a hora que chegamos deu para comprar um passe de 3h que permitia o acesso livre a todas a diversões do parque, foi nesta altura que a criança dentro de mim começou aos pulos e dar sinais de extrema felicidade. Andamos em tudo o que conseguimos deitar a mão, montanhas russas, carroceis, coisas que nos tratavam como se estivessemos dentro de um rolo da massa, carrinhos de choque...etc. Correria tudo as mil maravilhas se não tivessemos cometido o erro de andar numa coisa que muito sinceramente consegui por-me enjoado, deveria ter me lembrado de deixar na caixa das sugestões uma nota referente a este mau trato que me foi dado por uma simples diversão...

Á noite, e quase refeito da pequena indisposição causada pela diabólica diversão jantei uma coisa que julgo ser tipicamente finlandês, um crepe com arroz e carne acompanhado por uma não tão filandesa salada queijo feta.

 

Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

Dia 1 A Chegada

 

14 de Agosto de 2006

Este dia começou muito cedo, resolvi fazer uma semi directa até as 6h30 hora que o voo partia de Lisboa, e como ja tinha referido aqui no blog graças a companhia de um trio maravilha o tempo de espera até ao inicio da viagem custou pouco a passar.

A viagem de avião correu optimamente, sono posto em ordem alternado com leitura de um livro  e momentos para apreciar as belas refeições que me eram ofertadas no avião melhor que isto é impossivel. Depois da escala em Munique e de mais umas quantas horas de viagem acabei por chegar a Helsinki a hora prevista. Procurei o autocarro que me levou até ao centro da cidade, durante a viagem a minha opinião estava a começar a ficar negativa porque essencialmente os arredores da cidade de bonito têm muito pouco...mas como é tipico da minha pessoa deixei-me envolver pelo aquilo que via. Cheguei a estação central um pouco desorientado e a primeira coisa  a procurar foi o sitio onde os cacifos ficavam, demorou um pouco mas la os encontrei e largada a carga pesada  fui explorar o redondezas. Não sei se foi sorte mas tudo o que via tinha o toque de novidade e de beleza desde a arquitetura dos edificios que, até as pessoas que se movimentavam na rua.

Fazendo tempo até as 18h fui passeando com o cuidado de não me afastar demasiado da estação central (coisa facil porque afinal a cidade não é muito grande), entretanto ao passar por um jardim surge algo que me prende a atenção um palco onde decorria um festival de musica etnica, obviamente sentei-me e apreciei o espectaculo. Foi algo diferente mas muito agradavel de ouvir, no palco so havia uma rapariga bastante comunicativa e simpatica, e mais alguns instrumentos, um deles fazia muito peculiar um genero de cruzamento de uma caixa de samples e um orgão. Resultado uma pessoa sozinha fazia praticamente o trabalho de um coro.

A hora combinada encontrei-me com a Drei e o André (que ficou desiludido com o ponto de encontro, porque ele pensava que iamos encontrar ao pé do senhor dos bolos!). Foi bom encontrar caras amigas numa cidade desconhecida. A primeira paragem serviu para eu ser apresentado ao meu vicio em Helsinki  a secção de Pastelaria do Stockmann, lanchei um maravilhoso bolo com frutos silvestres (obrigado André!), e a segunda paragem foi a praia que segundo a Drei é a mais "in" da zona ainda não consegui perceber porquê tendo em conta que mesmo ao lado existe um cemitério, mas pronto são coisas á filandês...

Quando a hora do jantar aproximou-se voltamos ao centro da cidade, a procura de um bom restaurante acabamos por nos dar satisfeitos com um sitio que servia Kebabs, a mim soube divinalmente tendo em conta que ja tinha a barriga a dar horas.

Para acabar o dia ainda passamos por dois bares, o Belge e outro que não me lembro o nome...

 

Acerca de uma semana passada em Helsinki...

...há muito e a dizer e visto que sou um rapazito muito prático tive a brilhante ideia seccionar as minhas aventuras e desventuras em pequenos fragmentos relativos a um dia, desta forma não faço um post gigantesco, e assim vai dar para gerir melhor a minha perguiça de escrever :) Ora então mãos a Obra.

 

Domingo, 13 de Agosto de 2006

Apertem os vossos cintos...Dentro de pouco tempo levantamos voo...

 

 

Por vezes eu tenho boas ideias, outra vezes não. Nesta altura não sei muito bem o que achar em relação ao facto de fazer uma viagem avião ás 6h30...Provavelmente é capaz de ser um bocadinho cedo demais para voar, mas ha o lado positivo o voo ficou mais barato e tenho oportunidade de aproveitar melhor dia de amanha (isto se entretanto a meio da viagem não me transformar num derivado qualquer de zombie...). Felizmente os amigos vão ajudar e vão fazer companhia até cerca das 4h, (coitados ser amigo do Nuno é dose hem...), mas seguindo o velho lema não é para isto que os amigos servem?

 

Quarta-feira, 9 de Agosto de 2006

Andanças 2006 Foi Baum, Baum Baum!!! :)

 

O Andanças passou, mas muitas coisas ficaram. Palavras para transmitir o que senti, e o que vivi são meros adereços e não fazem justiça á realidade. Posso apenas dar uma pequena ideia de que me senti livre, tal e qual como se todas as preocupações e frustrações não fizessem o mínimo sentido, e o que contasse fosse apenas o sentimento de felicidade e alegria. É obvio que durante estes dias pode ter havido momentos menos bons (se pensar bem foram muito poucos mesmo...) mas sem duvída alguma posso dizer que a parte positiva foi  a mais Forte.

So espero que as lições de vida que tirei neste andanças, não morram com tempo e a sociedade complicada em que vivemos, e no proximo ano lá estarei!!!

 

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O Regresso

. I love the smell of the H...

. Estado de Alma

. O tempo para só um bocadi...

. All I Need...

. Fériando :)

. Folga de Fim de Semana

. 5km em 3Km nós somos um e...

. Novidades

. De que é que precisas? De...

.arquivos

. Junho 2011

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds